terça-feira, 11 de março de 2008

O DÍZIMO E LOCAL DA ENTREGA

TEMA: O DÍZIMO E LOCAL DA ENTREGA
T. CHAVE: MALAQUIAS 3.10
PROPÓSITOS:
1. Mostrar que o dízimo não é de propriedade pessoal dos crentes;
2. Mostrar que o lugar apropriado da entrega do dízimo é a casa do Senhor, igreja local;
3. Mostrar que a igreja local é bíblica.
PROPOSIÇÃO: O DÍZIMO É DO SENHOR E DEVE SER ENTREGUE NA CASA DE DEUS.
INTRODUÇÃO: Fiquei muito preocupado com as conversas que ouvi na casa de mamãe a respeito do dízimo e da igreja local. Não consigo entender como alguns de vocês podem ter idéias tão absurdas em relação a esses assuntos. Como não gosto de bater boca, resolvi analisar esse assunto a luz da bíblia, gostaria que vocês colocassem o que acham de lado e analisem o que de fato diz a bíblia acerca desses dois assuntos. Aceito refutação de qualquer um, desde que tenha base bíblica, caso contrário, não aceitarei, certo? Vamos lá.
SENTENÇA DE TRANSIÇÃO: No primeiro ponto quero examinar a colocação de Samuel, a onde disse que: “Deus não habita em lugar feito por mãos humanas” Ele queria dizer que o templo(prédio) não pode ser a casa de Deus, porque o mesmo não pode conter a presença de Deus, e que o templo somos nós, habitação do Espírito Santo. Será que de fato o templo(parede) não pode ser chamado casa de Deus? O que diz a bíblia acerca disso?
I – PRIMEIRO PONTO: O TEMPLO(PRÉDIO) É A CASA DE DEUS A ONDE HABITA A SUA GLÓRIA.
O rei Davi entendeu isso, estava preocupado porque habitava em palácio enquanto a arca de Deus(que simbolizava a presença de Deus) ficava em tendas. Vejamos alguns detalhes dessa passagem.(2 Samuel 7.1-3)
1. DAVI ESTAR EM SUA CASA DESCANSANDO E REFLETE O SEGUINTE:
1.1. Não acha justo que ele more em casa de cedros, e a arca de Deus se acha numa
tenda;(v.2)
1.2. Nata disse que Davi fizesse segundo o coração dele(v.3)
1.3. Naquela mesma noite o Senhor fala com Natã sobre a idéia de Davi(v.4)
1.4. Deus diz que desde que saiu do Egito não tinha habitado em nenhuma casa e
ninguém havia se preocupado em fazer uma casa para Ele. Ficou maravilhado e
aprovou a idéia de Davi, pois afinal de contas Ele teria uma casa exclusiva a onde
Seu nome pudesse ser adorado por seu povo(v.5-10)
1.5. Deus promete muitas benção a Davi só porque Ele se preocupou em fazer uma casa
para Deus ser adorado(vs 11-17)
1.6. Davi entra na casa de Deus(tendas)v.18 e louva a Deus pelas promessas dadas a Ele
e por ter a oportunidade de edificar uma casa(templo de parede) ao Senhor(vs 19-
29).
2. Conclusões:
2.1. O crente fiel a Deus entende que Deus deve ter um lugar exclusivo para Sua
adoração; Davi entendeu isso.
2.2. Deus fica orgulhoso quando os crentes desejam consagrar um local exclusivo para O
adorar: Deus ficou contente com a decisão de Davi e assinou em baixo.
2.3. Deus abençoa o crente que cuida do seu templo(prédio) abençou o rei Davi com
muitas promessas.
2.4. O crente deve reconhecer que separar um lugar para ser exclusivo para adoração a
Deus é um privilégio. Davi em sua oração demonstrou conhecer isso.
2. DAVI SE PREPARA PARA CONSTRUIR O TEMPLO:
Davi começa a separar o material do templo e lança um desafio ao povo, veja o que
diz 1Crônicas 29.1-8.
2.1. Davi oferta ao Senhor material para construção do templo(prédio)
2.2.1. Davi diz que o templo(prédio) é para Deus e não para homens. O que Davi
queria dizer é que sendo para Deus deveria ter o melhor, nada de material de
segunda, pois o nome de Deus é grande e digno do melhor que o homem
poder oferecer(V.1)
2.2.2. Davi mostra que para fazer um templo para Deus é preciso algumas atitudes:
a). Força(ou esforço ) eu com todas as minhas forças, é preciso custar suor,
sacrifício. Não podemos oferecer a Deus o que sobra ou o que não custe
sacrifício(Confira 2 Samuel 24.24) Você acha que Davi conseguiu todo
esse ouro brincando de ser rei? Claro que não, ele teve que lutar contra rei
e reinos para adquirir toda essa riqueza.
b). Amor(porque amo ao meu Deus) Sem amor a Deus nunca vamos olhar
com bons olhos para casa de Deus(prédio). O amor a casa de Deus faz nós
darmos além do que é pedido(Davi deu ao Senhor fora tudo quanto é dito
no v. 2, muito mais. O valor do ouro montava mais de cem toneladas, e a
prata, 235 toneladas) Muitos não consegue dar nem o mínimo o dízimo,
quanto mais um valor desse. Davi não tinha problemas quanto a dar para
casa de Deus(prédio) Será que se Davi estivesse conosco hoje deixaria de
oferecer a igreja as suas ofertas e dízimos?
c). Liberalidade(trazer ofertas liberalmente ao Senhor) Davi tinha um
coração liberal para a casa de Deus(prédio) Era um homem abençoado, e
por isso foi chamado o homem segundo o coração de Deus.
2.2.3. O povo de Deus se coloca a disposição para ofertar a casa do senhor(prédio)
a). O povo de coração alegre oferece ao Senhor ouro, prata e pedras
preciosas. O montante do ouro, cinco mil talentos chega a cerca de 168
toneladas. Como é que um povo desse pode ofertar tanto valor assim para
fazer um templo? Muitos diriam que é um grande desperdice, pois dizem
que a igreja é ele não o templo. Alguns afirmam ainda que fazer templo
não é papel da igreja, pois Deus não precisa de templos. Se isso tem
sentido, porque Deus aprovou essa obra? Estria Deus aprovando alguma
coisa errada?
b). Pergunto, será que Deus mudou hoje, será que Ele acha errado que a
igreja(corpo espiritual) construa templo(prédio) para a Sua adoração?
2.2.3. Davi adora A Deus pela oportunidade de poder ofertar material para o templo
a). Reconhece que o seu povo e Ele não teriam condições de faze-lo sem
ajuda de Deus
b). Reconhece que toda a mercadoria não foi produzida por eles, mas por
Deus
C). Pede a Deus que esse pensamento fica para sempre na mente de seu povo
3. A CONSTRUÇÃO DO TEMPLO E A DEDICAÇÃO: (2 Samuel 3, 4, 5, 6, 7)
3.1. Salomão começa a construção do templo(prédio) e a chama de casa de Deus(3.1)
3.3.1. Era em Jerusalém
3.3.2. Lugar a onde Deus havia aparecido a Davi seu pai
3.3.3. começou a edificar no quarto ano , entre os meses de abril-maio
967 a.C(3.2)
3.2. Salomão encerra a construção do templo(5.1)
3.2.1. Salomão traz a arca de Deus ao templo (5.2)
3.2.2. Na festa do tabernáculos a congregação se reúne para consagrar o
templo(5.4)
confira levíticos 23.34-43
3.2.3. Depois começaram a ofertar ao Senhor e a louvarem(5.6-12)
3.2.4. Enquanto louvavam a gloria do Senhor encheu toda a casa(5.13,14) de maneira que os sacerdotes tiveram que sair pois não conseguiam contemplar a glória de Deus. Como pode a glória de Deus habitar em templo(prédio)? Para alguns isso é impossível, pois segundo eles Deus só habita no templo(igreja espiritual). Como podem explicar essa passagem?
3.2.5. Salomão diz ao povo que Deus habitaria no templo(prédio) por meio de uma nuvem(6.1-2). Como isso é possível? Se segundo alguns Deus não pode habitar em templo feitos por mãos humanas?
3.2.6. Salomão diz que Deus aprovou a idéia de seu pai Davi em faze uma casa para que Deus colocasse seu nome(6.7-8)
3.2.7. Salomão reconhece que a templo(prédio) não pode conter toda grandeza de Deus(5.18), mas mesmo assim Deus estará presente ali naquele lugar e que a toda oração feita naquele lugar será ouvida e perdoado o pecado(6.19-21). Bastaria orar olhando para o templo que mesmo estando fora de Jerusalém a oração seria respondida(6.22-42)
3.2.8. Quando Salomão acaba de orar desceu fogo do céu e consumiu o holocausto e a glória de Deus encheu toda a casa. De maneira que os sacerdotes não podiam entrar na casa do Senhor.(7.1-2)
3.2.9. Deus aparece a noite a Salomão e diz que escolheu esse lugar para casa de sacrifício(7.12). Disse que os olhos estariam abertos e seus ouvidos atentos a toda oração que fosse feito naquele lugar(7.15) Porque aquela casa era santificada ao Seu santo nome(7.16) e que Seu coração e seu nome estarão perpetuamente e seu olhos fixos nela todos os dias.(7.16b). Agora pergunto, pode Deus morar em templo(prédio) habitar eternamente, colocar seus ouvidos e olhos a disposição dos seus filhos? Claro que sim, só louco duvida ou discorda de tal verdade.
3.2.10. Fico triste em ver comentários de que Deus não habita em templos(prédios) construídos pela igreja(pessoas salvas). É de doer tais comentários, como isso entristece a Deus. Isso é um pensamento do inferno espalhado pelo g.12 , que infelizmente muitos crentes por falta de uma maturidade espiritual é levado a aceitar. Foi um costume da igreja fazer templos(prédios) para cultuar a Deus, só agora depois de dois mil anos alguém se levanta e diz que estar errado. Faça-me o favor, vá ver se eu estou na esquina, prefiro ficar com a bíblia.
II – SEGUNDO PONTO: TABERNACULO LUGAR DA HABITAÇÃO DE DEUS,
CASA DO SENHOR:
Deus manda que Arão e Moisés construa um tabernáculo para colocar a arca do
tesouro.(Êxodo 25. 1-9)
1. As ordens de Deus a Moisés:
1.1. Diz aos meus filhos que tragam ofertas para construir o meu tabernáculo(vs 1-7)
1.2. Para que Deus possa habitar no meio de seu povo(v.8)
1.3. Deus faz a planta e entrega a Moisés(v.9)
1.4. Manda fazer uma arca de madeira(v.10) e manda cobrir com ouro puro(v.11)
1.5. Manda que seja colocadas dentro dela utensílios: mesa (vs 23-30); candelabro(31-40) cortinas(26.1-14); tábuas(26.15-30) véus(26.31-37) altar de bronze(27.1-8)
2. A construção do tabernáculo(35.1 – 40.38)
3. O tabernáculo é levantado(40.1-33)
4. A Glória de Deus enche todo o tabernáculo(40.34-38). Diante de tais verdades, como alguém pode dizer que Deus não habita em templos ou tabernáculos feitos por mãos humanas? Como alguém pode dizer que o templo(prédio) não tem valor para Deus? Gostaria que tal pessoa pudesse me mostrar na bíblia o que pensa, pois ainda não encontrei. O que tal pessoa me diz depois que ler o versículo 8 de Êxodo 25, a onde Deus diz que habitaria no meio do seu povo no tabernaculo. O que dizer quando a glória de Deus encheu todo o tabernáculo. Como posso dar credito a doutrinas do demônio a onde querem diminuir o lugar que o templo tem na vida da igreja e na adoração a Deus, a onde querem chegar? Isso é apenas o começo ainda tem mais, agora vou provar a importância do templo dentro dos salmos.
III – TERCEIRO PONTO: OS SALMOS FALAM DO VALOR DA CASA(PRÉDIO) DE DEUS
Em várias passagens no salmos é dito o valor do templo para Deus e para seus filhos.
1. Davi no salmo 122 mostra a alegria de estar na casa de Deus(prédio) para louvar a Deus.
1.2. Diz que fica alegre em ir a casa(prédio) de Deus(v.1)
1.3. Diz que Israel para louvar ao Senhor e render graças(vs 2-4)
1.4. Diz que na casa de deus que estar em Jerusalém se encontra os tronos de Davi(v.5)
2. Davi faz dois pedidos a Deus(salmo 27)
2.1. Que possa morar eternamente na casa de Deus(v.4ª) Que grande pedido, para
alguns não faz sentido, uma vez que templo(prédio) não é importante. Como
Davi foi infeliz nesse pedido, como pode ser tão sem visão espiritual. Esse é
um pensamento de muitos.
2.2. E meditar no seu santo templo(v.4b)
2.3. Davi diz que no dia da adversidade ele ficaria seguro se estivesse no
templo(v.5)
2.4. Ele diz que no templo ofereceria louvor e sacrifício a Deus(v.6). Engraçado, Davi não poderia louvar a Deus em casa? Por que precisava ir ao templo? Já parou para pensar nisto?
3. Os filhos de Asafe dizem algumas coisas sobre o valor do templo(prédio):Salmo 84
3.1. Eles dizem que os tabernáculos do Senhor são amáveis(v.1)
3.2. A sua alma suspira pelos átrios do Senhor(v.2)
3.3. Diz que até os passarinhos gostam da casa(prédio) de Deus(v.3) Ainda bem
que tem passarinho mais sábio que muitos crentes, isso é uma vergonha.
3.4. Bem aventurado os que habitam em tua casa(prédio) (v.4)
3.5. Vale mais ficar só no átrio do templo, que outra parte mil(v.10) que gente louca diriam alguns, como pode dar tanto valor a templo(parede). Eta povo sem conhecimento de Deus, muitos podiam dizer assim.
4. Salomão fala de alguns cuidados que devemos ter na casa de Deus em Eclesistes 5
4.1. Devemos guardar o pé na casa de Deus
4.2. Devemos ouvir mais que falar
4.3. Devemos ter cuidado nos votos feitos no templo
4.4. Como hoje os crentes são desobedientes a essas regras, muitos ficam correndo
de um lado para outro, conversam o culto todo, outros permitem suas crianças
bagunçar as coisas do templo, riscar cadeiras, brincar com microfones, quebrar
os aparelhos musicais, correr dentro do templo, etc. Que falta de respeito
dentro da casa de Deus, será que lê se alegra com tais comportamentos? Eu
não consigo entender como um crente abre a boca e diz que o templo(prédio)
não deve ser valorizado, que o templo é cada crente e o resto é invenção do
homem. A onde é que o templo(prédio) é invenção do homem? Precisa ler a
bíblia mais quem fala tal besteira.
IV – VEJA COMO OS PROFETAS FALAVAM DO TEMPLO(PRÉDIO)
1. O profeta Ageu:
1.1. Ageu fala ao povo que Deus quer o Seu templo construído(1.2)
1.2. O povo tinha o melhor em casa enquanto a casa de Deus estava em ruínas(3,4)
1.3. Por conta disso o povo não prosperava, pois não estavam dando valor ao templo(5-6; 9-11)
1.4. O remédio para sair da maldição era construir um templo para Deus(7-8)
1.5. A reação do povo(12-15) Construíram o templo para o Senhor. Eu pergunto, será que o Deus do antigo testamento é contra a construção de templos? Será? Com que base bíblica alguém pode dizer que é errado construir templos para a igreja louvar ao Senhor? Sinceramente, gostaria de ver tal base.
2. O profeta malaquias:
2.1. Os crentes estavam roubando o Senhor, pois não estavam dando o dízimo na casa do Senhor(vs. 7-8)
2.2. Deus fala que os dízimos deveriam ser trazidos a Sua casa para que não faltasse mantimento(v.10)
2.3. Deixar de trazer o seu dízimo para casa(prédio) de Deus, sofreria maldição(v.9). Depois vou falar mais acerca desse ponto.
VI – OS BONS REIS FORAM TODOS OS QUE TIVERAM CUIDADO NO TEMPLO
1. Rei Davi
2. Joás(2 Cr 24.1-4)
3. Jotão(2 Cr 27. 1-3)
4. Ezequias(2 Cr 29.1-5) Por que será que todos os esses reis foram bons? Com certeza porque deram o devido valor a casa(templo) do Senhor.
Poderia argumentar muito mais sobre o valor do templo no antigo testamento, poderia citar Neemias, Edras, etc. Mas creio que isso já é suficiente para mostrar que Deus sempre aprovou no antigo testamento a construção e templos, que tinham como finalidade a adoração exclusiva de Sua pessoa. Talvez você esteja pensando o seguinte: EU QUERO VER VOCÊ PROVAR NO NOVO TESTAMENTO? Não seja por isso, se prepare para ver o que você não gostaria.
VII- A IMPORTANCIA DO TEMPLO NO NOVO TESTAMENTO:
1. Jesus ratificou(confirmou) o valor do templo(prédio) e o chamou de casa do meu Pai
1.1. Jesus repreendeu os vendedores do templo(João 2.12-15)
1.2. E disse que eles não poderiam fazer da casa de Seu Pai lugar de negócio(v.15)
1.3. Ele disse que o Seu zelo pela casa de Deus o consumia(v.16)
1.4. Quem disse tudo isso sobre a importância do templo(prédio) foi o edificador da igreja, o noivo, o cabeça, o fundamento da mesma. Será que a Palavra dEle tem alguma autoridade pra você que pensa diferente?
1.5. Jesus ensinava no templo(João 7.14)
1.6. Jesus estava no templo todos os dias(Mt 26.55)
2. Seus apóstolos também deram valor ao templo(prédio)
2.1. Pedro e João oravam no templo(Atos 3.1)
2.2. Estavam todos os dias no templo(At 2.46). Uma das razões do crescimento da igreja primitiva foram sem dúvida alguma as constantes reuniões no templo.
2.3. Os discípulos estavam sempre no templo louvando a Deus(Lc 24.52-53)
2.4. Esses homens foram os fundamentos da igreja de hoje(Ef 2.19-21). Todos aqueles que estão fundamentados nesses fundamentos devem seguir seus ensinamentos. Como posso crer em pessoas que tem um outro evangelho, eu não seja o dos apóstolos? Alguns diriam que o templo é diferente de igreja hoje, que falta de argumentação. Para com isso deixa disso, vão crescer primeiro, depois podem argumentar de igual para igual.
SENTENÇA DE TRANSIÇÃO: Bem uma vez já provado a importância dos templos(prédios) para Deus e a vida de sua igreja(povo salvo). Vamos agora falar da importância da igreja local, a qual usa os templos para formar um corpo local.
Em primeiro lugar precisamos fazer uma diferença entre a igreja local e igreja corpo de Cristo.
1. IGREJA CORPO DE CRISTO: Todos os crentes salvos desde pentecostes até o arrebatamento.
2. IGFREJA LOCAL: Ajuntamento de membros da igreja de Cristo que se reúne em lugar especifico para trabalhar, adorar e fazer a vontade de Deus
I – PROVAS DA EXISTENCIA DA IGREJA LOCAL:
1. As igrejas da Ásia Menor:
1.1. Éfeso – desejável(2.1-7)
1.2. Esmirna – Erva Amarga – Perseguida(2. 8-11)
1.3. Pérgamo – casada – exaltada(Ap 2.12-17)
1.4. Tiatira – Sacrifício continuo(Ap. 2.18-29)
1.5. Sardes – remanecentes(Ap 3.1-6)
1.6. Filadélfia – amor fraternal(Ap .3.7-13)
1.7. Laodicéia – Governo Humano(Ap 3.14-22)
2. Todas essas igrejas tinham pastores:
2.1. Ao anjo que da igreja em Laodicéia. A expressão anjo simboliza pastor(Ver
Ap.20)
2.2. Isso fica claro que se trata de um pastor que estar frente de crentes salvos por
Cristo, ou seja, igreja local.
2.3. Aqui fica claro que não se trata de um individuo salvo apenas, mas de um
ajuntamento de crentes salvos que são pastoriados por um pastor. Escavações
recentes naquele lugar descobriram que todas elas tinham templos e os mesmos
também tinham batistérios onde os crentes eram batizados.
3. A Igreja Local em Jerusalém:
3.1. Tinha uma liderança(Os apóstolos At 6.1-5)
3.2. Tinham diaconos(At 6.3-5), os quais foram escolhidos pelos irmãos
3.3. Foram ordenados pelos apóstolos(At 6.6)
4. A igreja Local de Antioquia:
4.1. Tinha liderança(At 13.1)
4.2. Consagraram missionários(Paulo e Barnabé) Paulo poderia fazer a obra de
missões sem depender da igreja local, como muitos fazem. Mas ele não o fez
porque não era certo, O Espírito Santo mandou que a igreja local separace a
Paulo e Barnabé para o campo missionário(At 13.2)
4.3. A igreja apoia Paulo com orações e finanças(Despediram no grego) significa
também apoiar a missão de alguém em todos os sentidos. É a igreja local que
reconhece o chamado de um missionário. Gostaria que alguém me mostrasse
na bíblia um missionário no novo testamento que não foi reconhecido pela
igreja local.
4.4. A cada igreja local fundada por Paulo ele juntamente com os crentes, elegia
presbíteros para assumir a liderança da igreja(Atos 14.23) Veja a expressão:
“em cada igreja” Como alguém pode achar que isso não é igreja local?
Formada de crentes e que um lugar para cultuar e tomar decisões. Como
podem dizer que ter uma igreja local é errado e que é invenção do homem?
4.5. Paulo vai a sua primeira viagem missionária, mas depois volta a igreja local
para dar relatórios(At 14.26-27)
5. O Concílio das igrejas locais em Jerusalém(Atos 15.)
5.1. As lideranças das igrejas se reúnem em Jerusalém para resolverem alguns
pontos doutrinários(v.2)
5.2. Paulo e Barnabé são enviados pela igreja local para representá-los na
assembléia(3-4)
5.3. Depois da assembléia os representantes apresentam a decisão do concílio as
suas igrejas locais(At 15.30-31)
5.4. Paulo visitas as igrejas as quais fundou juntamente com Timóteo(At 16.5) Interessante notar que se fosse falar de igreja corpo de Cristo(reunião de todos os salvos) não precisaria falar no plural IGREJAS, e sim igreja. Mas é dito as igrejas tinham paz. Ou seja, as igrejas locais.
5.5. Paulo ao escrever aos Gálatas deveria escrever : a igreja de Deus, mas não é assim que o faz, ele diz: AS IGREJAS DA GÁLACIA(Gl 1.2). Isso quer dizer que naquela região haviam várias igrejas locais, senão ficaria sem sentido o plural, concordam? Você não vai encontrar em lugar nenhum da bíblia apoio para dizer que a igreja local é antibiblica, muitos para fazer o que a Palavra de Deus não ordena, tentam desvalorizar a doutrina da igreja local. Por favor seja leal com Deus e com Sua Palavra, se você não quer participar da igreja local, é um direito seu. Mas não venha dizer que é errado e que não existe a igreja local. Vá estudar a bíblia para ter condições de debater a altura, sobre qualquer assunto. O pior erro do ser humano não é errar conhecendo, mas querer falar de coisas que não conhece.
6. A Igreja De Jerusalém:
6.1. Tinha um rol de membros(já haviam 120 membros)(At 1.15) A igreja local em
Jerusalém fazia assembléia, ou seja sessão(At 1.15; 6.1-6; 14.23; 15.6-31)
6.2. Depois foi acrescentados quase 3.000 mil almas ao rol(At 2.43)
6.3. Depois foi acrescentado para 5.000 mil membros(At 4.4)
6.4. Dia a dia acrescentava o Senhor o rol de membros(At 2.47)
6.5. A igreja tinha um templo para se reunir todos os dias(At 2.46) Faziam cultos
também nas casas(At 5.42). Fico muito triste quando pessoas se levantam e diz
que a igreja local não precisa fazer templos, certamente não tem o apoio da bíblia
para tal afirmação. Basta ver que Deus sempre aprovou tanto no velho como
novo testamento a construção de templos, como alguém pode ser contrário aquilo
que Deus sempre concordou e aprovou?
7. A Igreja local dirigida por Cristo na terra:
7.1. Cristo era o pastor(Mt 26.31; Jo 10.2)
7.2. Judas o tesoureiro(Jo 12.4-6)
7.3. Tinha disciplina(se alguém pecasse e continuasse no erro deveria ser levado a
igreja e seria excluído) Será que a igreja era de todos os salvos de todo lugar?
Claro que não, mas da igreja local.(Mt 18.15-17) Pois seria impossível avisar a
todos os crentes de todas as partes do mundo.
7.4. Ministravam a ceia do Senhor(Mt 26.26-29. Confira 1 Cor 11.23-24)
7.5. Fazia missões(Lucas 10.1-12)
8. As nossas igrejas locais são padrões da igreja do novo testamento. Isso não é sistema do
homem, mas de Deus, foi Ele que criou as regras, quem não concorda luta contra Deus.
8.1. Temos pastores
8.2. Diáconos
8.3. Rol de membros
8.4. Assembléias
8.5. Missionários
8.6. Templos(prédios)
8.7. Disciplina
8.8. Tesoureiro
9. Deus estabeleceu a ordem de culto através do apóstolo Paulo, para as reuniões da igreja
local
9.1. Igreja de Coríntio(1 Cor 14.23-40) “Se, pois, toda a igreja se reunir no mesmo
lugar..” Isso é igreja local que se reúne num lugar consagrado a Deus para adorá-lo.
9.2. Paulo explica a Timóteo que ele precisa se portar bem na casa de Deus que é
a igreja do Deus vivo, coluna e baluarte da verdade
CONCLUSÃO: Nessa primeira parte vimos a importância do templo para Deus e para Sua igreja local. Vimos também bases bíblicas para a igreja local, agora iremos ver na segunda parte sobre o dízimo, local e finalidade.
II - SEGUNDA PARTE: O DÍZIMO, FINALIDADE, ONDE ENTREGAR:
• Em primeiro lugar gostaria de começar a falar sobre a origem dos primeiros dízimistas da
1. Abraão foi o primeiro dizimista(Gn 14.17-20)
1.1. Ele deu o dízimo a Melquisedeque(o qual é um tipo de Cristo) Poderia ter feito sextas básicas e entregue aos pobres. Poderia ter emprestado a quem precisasse. Poderia ter comprado coisas para casa de Deus. Mas não, entregou ao sumo sacerdote, pois sabia que essa era a vontade de Deus. O interessante é que o fez antes que o dízimo fosse colocado na lei(Gl 3.17). Malaquias 3.10 a onde diz:” trazei os dízimos para casa do tesouro...” Que crente brilhante, precisamos de crentes assim. Por que Abraão deu o dízimo ao sacerdote? Porque entendeu que o dízimo não era dele, mas do Senhor(Lv 27.30-34) Se é do Senhor devo entregar a quem cuida das coisas do Senhor, o sacerdote.
1.2. Ele deu de tudo quanto tinha ou seja, do bruto(“e deu o dízimo de tudo..”)
1.3. Ele deu em reconhecimento da benção de Deus
2. O segundo dizimista foi Jacó(Gn 28. 20-22)
2.1. Fez o voto de entregar o dízimo ao Senhor
2.2. De tudo, não de uma parte apenas(...de tudo quanto me deres, te darei o dízmo.)
2.3. Jacó associou o dízimo a benção. Interessante é que ele nem conhecia Malaquias 3.10, já pensou se ele conhecesse?
3. Deus aprovou a atitude de Abrão e Jacó e colocou o dízimo na Lei(Lv 27.30-34 e Ml 3.10)
3.1. O mesmo critério de Abraão e Jacó foram colocados na lei(todos os dízimos, ser refere de tudo o que tem)
3.2. Deveriam ser levados a casa do tesouro(ao sacerdote) assim como Abrão fez.


4. Jesus ratificou(aprovou) a prática do dízimo(Mt 23.23-24)
4.1. Diz aos fariseus que além do dízimo deveriam exercer o amor, a justica e a misericórdias
4.2. Jesus diz que o dízimo não é tudo, mas que também deve ser acompanhando de outras atitudes cristãs.
4.3. Jesus diz que se deve entregar o dízimo de todas as hortalícias, ou seja, de tudo.
5. Razões porque alguns não entregam seus dízimos:
5.1. Porque o dízimo estar sendo mal administrado, o pastor passa a mão, rouba, desvia, etc. Jesus disse ao seu povo que os fariseus eram filhos dos diabos em outras palavras, leia Mateus 23.1-36. Mas Cristo manda o povo fazer o certo, ou seja o que eles mandavam, mas não devia praticar suas obras. Jesus quer dizer em outras palavras o seguinte: Se o pastor rouba, se a igreja aplica mal as finanças não importa, não vá deixar de fazer o certo, porque os outros fazem o errado. Cada um irá prestar contas a Deus por seus atos, se preocupe em fazer a sua parte. Deixe – me dar outro exemplo, o que os filhos de Eli faziam? Eram homens que cuidavam do templo, mas faziam coisas horríveis, se prostituíam com as mulheres no templo(1 Sm 2.22) e tiravam do sacrifício de Deus e comiam(1 Sm 2.12-17). Deus mandou que o povo parasse com a oferta, uma vez que havia coisa errada na liderança? Claro que não, as pessoas continuaram fazendo o certo e Deus cuidou dos filhos de Eli, foram mortos na guerra.(1 Sm 4.10-11) Muitas vezes queremos justificar os nossos erros com os erros dos outros, isso não é certo. Não queira tomar o lugar de Deus, deixe que Ele resolve, ele tá vendo tudo e certamente resolverá. O QUE FAZER QUANDO A IGREJA APLICA ERRADO AS FINANÇAS ?
• Tente mostrar a diretoria que eles estão errados, as sessões da igreja é para essas coisas também.
• Ore para que Deus abra a mente deles e que possam enxergar o erro
• Caso continue errando, entregue o problema a Deus.
• Caso não obedeçam a Palavra de Deus, procure uma outra igreja que administre bem. Mas nunca deixe de entregar o dízimo do Senhor, isso não vai resolver nada.
5.2. Porque não acreditam que Deus supre as suas necessidades.(..Fazei prova de mim, se Eu não vos abrir as janelas do céu e não derramar uma benção abundante a onde não tenha onde recolher..)(Ml 3.10)
5.3. Porque não amam a Deus(nem todo o que entrega o dízimo ama de fato a Deus, mas todo que ama a Deus entrega o dízimo). O cente que ama a Deus e Sua obra é um dizimista fiel, tenho dificuldades em entender alguém que diz amar a Deus e não entrega o dízimo do Senhor.
• CONCLUSÃO: Vimos claramente que o dízimo foi primeiramente entregue pelo pai da fé Abrão. A Bíblia diz que somos filhos de Abrão, precisamos seguir seu exemplo. Jacó deu continuidade a prática do dízimo, mesmo que o mesmo fosse exigido na lei. Deus concordou com a idéia e adicionou a lei e Jesus no novo testamento ratifica a prática. Diante desses elementos podemos concluir que a entrega do dízimo do Senhor é bíblica e que todo o crente que ama ao senhor deve ser um dizimista fiel.
• Em segundo lugar, a onde deve o crente entregar o dízimo? É bom que diga antes de tudo, que não existe nenhuma passagem bíblica na qual autorize o crente a administrar o dízimo do Senhor individualmente. Embora muitos façam, tal prática não tem apoio bíblico, e se não tem apoio bíblico é contrário as Escrituras e se é contrário as Escrituras é errado e se errado é pecado. Não importa se o crente compra bancos, paga o pastor, constrói igrejas, etc. Ele não pode administrar por contra própria o dízimo do Senhor. O crente fiel a Palavra de Deus deve seguir as orientações de Deus na entrega do dízimo, vejamos as bases bíblicas que sustentam que os dízimos do Senhor devem ser trazidos a casa de Deus e administrados pela igreja local.

1. A ENTREGA DO DÍZIMO NO ANTIGO TESTAMENTO:
1.1. Abrão entregou seu dízimo ao Sumo sacerdote(Gn 14.17-20)
1.1.0 Abrão poderia ter feito caridade com o dízimo, uma vez que não existia lei nem templo na época.
1.2.0 Mas ele como representante de Deus, o pai da fé tinha que dar bom exemplo , entregou o seu dízimo ao Sumo sacerdote Melquisedeque.
1.3.0 Podemos concluir que Abrão entregou a pessoa certa, pois um sacerdote é alguém que cuida das coisas de Deus. Então o lugar certo deve ser na igreja que cuida das coisas de Deus.
1.2. O profeta Malaquias deixa claro o lugar da entrega de Deus(Ml 3.10)
1.1. O dízimo deveria ser entregue na casa do tesouro
1.2. Deveria ser entregues todos os dízimos
1.3. O dízimo era para o sustento da obra de Deus.
1.4. Em Deuteronômio 14.22 - 23, Deus diz algumas regras:
1.4.1. dar o dízimo de todo fruto(v.22)
1.4.2. no lugar que Ele escolheu para ali fazer habitar o seu nome(v.23). Confira 2 Cr 7.12-,16. o templo.
1.4.3. quando for muito longe o caminho então venderás e levará o dinheiro(v.24-26)
1.4.4. o dízimo é para o sustento de levita(v.27)
1.3. Em 2 Crônicas 31.4-12, diz:
1.1. Que os filhos de Israel deveriam dar a parte devida aos levitas(v.4)
1.2. Os filhos de Deus foram obedientes e trouxeram os seus dízimos(v.5)
1.3. Se fizeram grandes montes de dízimos na casa do Senhor(v.6)
1.4. O rei agradeceu a fidelidade do povo(vs 7-8)
1.5. Os dízimos trazidos a casa do Senhor trazido pelo povo veio em abundância e os sacerdotes e levitam passavam bem(vs.10)
1.6. O rei manda fazer depósitos na casa de Deus para armazenar o dízimo do Senhor(v.11)
1.7. O rei disse que deveriam ser recolhidos os dízimos e ofertas fielmente e deveriam ser ministrados pelos levitas(vs 12-15,19).
1.8. Deus ficou muito contente com a decisão do rei, assinou em baixo(vs 20-21)


• CONCLUSÃO: Diante destas passagens podemos concluir as seguintes afirmações:
1. O dízimo do Senhor deve ser entregue em Sua Casa
2. O dízimo do Senhor deve ser usado para a manutenção da casa de Deus
3. O dízimo do Senhor deve ser administrado pela igreja local
4. Deus aprova todos que assim procedem e faz prosperar em tudo, veja o que diz a bíblia sobre o rei Ezequias depois que tomou todas as decisões no item acima(2 Cr ( vs 20-21)
5. Não encontramos nenhum caso no antigo testamento de pessoas que administravam o dízimo do Senhor fora do templo, se tem algum, por favor me informe. Portanto como podemos concordar que crentes administre o dízimo do Senhor separadamente da igreja local? Se concordarmos estaremos contra Deus, que nunca aprovou e nem vai aprovar tal atitude. Os crentes submissos a Deus não discute Seus ensinamentos, eles entregam o seu dízimo na igreja local e biblicamente juntamente com os demais irmãos aplicam os mesmo numa decisão democrática, na obra do Senhor. Por mais bela que seja a intenção do crente, mesmo assim estar errado, pois o único que tem autoridade de administrar os dízimos do Senhor é a igreja local.

2. A ENTREGA DOS DÍZIMOS E OFERTAS NO NOVO TESTAMENTO:
2.1. A igreja de Cristo no novo testamento também recebia de seus crentes os dízimos e ofertas.(1 Cor 16.1-3)
2.1.1. Eram recolhidos todo domingo na reunião da igreja(vs 1.2a)
2.1.2. Era para ser dado segundo a condição de cada um(v.2b)
2.2. Paulo ensinou a igreja e Coríntio a aplicar seu dinheiro na obra missionária(1 Cor 9.1-5). Seria recolhida na igreja pelas pessoas autorizadas, pela mesma(confira 1Cor 16.3,4)
2.2.1. Disse que nem era necessário falar sobre ofertas(vs.1-2)
2.2.2. Paulo enviou irmão para recolher as ofertas(vs 3-4)
2.2.3. Diz que tal oferta deveria ser expressão de generosidade e não de avareza(vs 5)
2.3. Os crentes da igreja de Jerusalém depositavam os seus dízimos e ofertas aos pés dos apóstolos
2.3.1. Os crentes de Jerusalém vendiam suas propriedades e repartiam entre o povo? Faziam sextas básicas para os necessitados? Compravam roupas e davam aos necessitados? Não, traziam aos apóstolos, os quais eram os líderes da igreja em Jerusalém(At 4.34-37)
2.3.2. Daí com as ofertas em mãos os apóstolos faziam a distribuição aos que tinham necessidade(At 4.35). Não há vaga para crente pegar o dízimo de Deus e administrar por conta própria, será que é difícil de entender isto? Parou para pensar porque os próprios crentes não faziam a administração de seus bens? Porque entregar aos apóstolos? Não vou responder, quero que você mesmo responda.
2.4. A entrega do dízimo e das ofertas precisam ser motivadas por atitudes bíblicas(amor, alegria, gratidão, fidelidade, liberalidade,etc). Na igreja em Jerusalém houve um caso de um casal que fez uma oferta com motivações erradas
2.4.1. Se chamavam Ananias e Safira(At 5.1)
2.4.2. Venderam uma propriedade e retiveram parte da venda(At.1b-2).
2.4.3. Permitiram que Satanás os enganasse(v.3)
2.4.4. Resultado morreram(vs.5,10)
2.4.5. Esse acontecido serviu de exemplo a igreja(v.11)
• PODEMOS APRENDER VARIAS LIÇÕES:
1. Devemos entregar o dízimo do Senhor de tudo que Ele nos concede(Gn 28.22), uma parte apenas não será aceito como dízimo.
2. Ninguém deve entregar o dízimo forçado, se não for por motivos bíblicos é melhor não fazer.(1 Cronicas 29.5 e 2 Coríntios 9.6-7)
3. Os dízimos devem ser entregues na casa de Deus e devem ser administrados pelos dizimistas.(At 4.34-37)
4. Os que brincam com o dízimo do Senhor, podem sofrer conseqüências sérias por Parte de Deus(Ml 3.9 e Atos 5.5,10,11).
2.5. No tempo que Cristo esteve em Jerusalém, os dízimos eram entregues no templo: (Marcos 12.35-44; 13.1)
2.5.1. A viúva pobre entrega sua oferta no templo(vs 1-2)
2.5.2. O gazofilácio ficava no templo. Como, me prove: veja o versículo 35 do capítulo 35. Jesus ensinava no templo, veja o capítulo 13.1, Jesus sai do templo. Se você perceber verá que a cena da viúva aconteceu entre esses dois versículos. Portanto foi no templo que Jesus contemplou a entrega da oferta da viúva.
• LIÇÕES QUE PODEMOS APRENDER:
1. Jesus estar observando a nossa intenção ou atitude que nos move na entrega das ofertas e dízimos
2. Jesus não estar interessado em quantidade, mas em fidelidade. Ele não mede o valor da oferta pela quantidade, mas sim pela atitude que estar por traz
3. A oferta e o dízimo deve ser de tudo, a viúva entregou tudo. Os fariseus entregavam do que sobravam. (confira 2 Samuel 24.24) A nossa oferta tem de custar esforço, dar do que sobra que esforço tem?
4. A oferta e o dízimo deve ser entregues seguida de atitudes bíblicas:
4.1. Essa viúva reconhecia a grandeza de Deus e queria demonstrar isso, louvando a Deus com a sua oferta.
4.2. Essa viúva acreditava na provisão de Deus, confiava que Deus daria o alimento que ela precisava. Pois a mesma tinha entregue tudo, não tinha mais nada, somente a Confiança em Deus e isso era suficiente.
4.3. Essa viúva era grata a Deus mesmo com a vida que tinha, ela era feliz mesmo na pobreza. Ela não baseava a sua fidelidade, alegria nas circunstâncias. A sua alegria era poder servir a Deus, que exemplo irmãos.

• CONCLUSÃO: O dízimo do Senhor deve ser entregue na sua casa(igreja local) a onde você é membro, caso não seja membro de nenhuma igreja local, procure concertar a sua situação. Pois não é bíblico ficar sem congregar(Hb 10.25) O crente precisa estar debaixo de uma autoridade espiritual, precisa ter m pastor(Hb 13.7,17) Precisa fazer parte de uma igreja local, se não quer e se recusa, pestar fora dos padrões de Deus e precisa se concertar, antes de poder entregar o se dízimo. Pois de nada adiantará a entrega do dízimo se a vida estar torta, lembre-se o dízimo deve ser acompanhado de atitudes bíblicas. O dízimo do Senhor é para a manutenção da obra de Deus, sem o mesmo fica complicado manter a obra, portanto não seja desobediente ao Senhor e procure ser um dizimista fiel ao Senhor. Não seja como Jonas que prefere ser jogado no mar, a obedecer a vontade de Deus. Muitos crentes sabem que estão errados, mas preferem o castigo de Deus, que fazer o certo. Cuidado a rebelião é como o pecado de feitiçaria, medite em (Hb 10.27-30).
• Como já falei na introdução o meu propósito foi de dar a vocês uma visão bíblica sobre o dízimo e a igreja local , pois naquele almoço do dia das mães vi pensamentos errados, pensamentos humanos, de pessoas decepcionadas frustradas com a igreja local, e portanto dispostas a fazer as coisas certas da forma errada. É assim que vejo vocês, não importa se a igreja errou, isso não me dar o direito de errar também. Como diz o cantor, “um erro não justifica outro é o que eu penso”. Concordo em número e em grau com essa frase, não tenho como justificar o meu erro por causa de erros dos outros. Preciso fazer de tudo para levar a minha igreja a ver erro que comete, devo orar por ela e fazer tudo que estiver a meu alcance para mostrar o seu erro. Mas deixar de ser bíblico porque a minha igreja não é, isso não dar, seria o mesmo que nadar e morrer na praia.
• Não tenho a intenção de convence-los a dar o dízimo na nossa congregação, pois tenho absoluta certeza que alguns pensam assim. Nem tão pouco querer dar uma lição de moral, mas de alerta-los biblicamente a que sigam a bíblia nesse asunto, deixem o homem carnal de lado e sejam obedientes a Palavra, é só o que quero. Para alguns eu sou um oportunista, um mercenário que só estou no ministério por causa dos dízimos dos irmãos. Não vou falar o que passo por causa do Evangelho para não perder meu galardão, mas Deus conhece as minhas intenções e isso me basta. Fico triste em saber que a membros da minha família tenham tal pensamento a meu respeito, parece até que sou um estranho, pois não me conhecem. Os da rua me conhecem melhor, os da igreja também, mas a minha própria família infelizmente não. Não quero ser injusto generalizando todos, mas alguns pensam assim.
• Toquei nesse assunto porque foi o único que foi alado naquele almoço, mas estou pronto a falar de outras questões, pois a vida cristã é muita ampla, concordam. Não deixem o diabo influenciar vocês ao ponto de pensar que eu só penso em dinheiro, por favor, isso não condiz com minha realidade. Não sou apegado a bens matérias, se fosse não estaria nesta igreja, pois tenho recebido propostas melhores em todos os sentidos. Quero que saibam que sou grato a Deus pelo que fizeram por mim, desde o momento que incluíram na família até o dia de hoje. Amo cada um de vocês do fundo do meu coração sem nenhuma distinção. O que seria de mim sem vocês? Talvez estaria perdido, morto, sendo ladrão ou outra coisa qualquer, mas graças a Deus por nossa mãe, Deus seja louvado. Que me amou desde o primeiro momento que me viu e me deu a oportunidade de pertencer a essa família. Não é uma família perfeita, é claro que não, mas é a minha família e eu a amo muito.
• Desculpe-me se causei mal estar tentando ajudá-los nesse assunto, essa nunca foi minha intenção, apenas queria dar um parecer bíblico sobre o assunto discutido no almoço. Obrigado pelo carinho de cada um de vocês, que Deus os abençoe.

Nenhum comentário: